Nota Fiscal Marketplaces: dicas e melhores práticas


Nota Fiscal Marketplaces: dicas e melhores práticas

Nos últimos anos, a cobrança dos canais de venda para que os vendedores emitão nota fiscal em marketplaces tem aumentado. É necessário se adaptar rapidamente e estar preparado para que as regras não atrapalhem seu crescimento.

Estando preparado, a emissão de nota fiscal em marketplace transmite maior credibilidade ao comprador e aumenta as chances de fidelização. Se você ainda tem dúvidas, confira algumas explicações sobre NFe.

Maneiras de emitir NFe

Basicamente, são duas as principais maneiras de emitir nota fiscal:

  • NFe: emitida para produtos vendidos e entregues em mãos ao comprador, onde geralmente há necessidade do intermédio de uma transportadora. Ela deve conter todos os dados da sua empresa e ser enviada junto ao produto.
  • NFS-e:  emitida para produtos vendidos e entregues digitalmente, onde não envolve estoque físico e não há necessidade de transportes.

Existem algumas exigências para que a nota seja emitida com eficiência, veja:

Melhores práticas para emitir nota fiscal

Credenciar sua empresa para ter autorização para emitir NFe

Credenciar sua empresa é o primeiro processo a seguir para que seja possível emitir notas fiscais sem nenhum impedimento. A solicitação de credenciamento é feito pelo Sefaz do estado vigente da sua empresa.

Posteriormente, você terá acesso ao ambiente de homologação. Nele você poderá emitir uma NFe de teste, cancelar notas, dentre outras operações. Entretanto, por ser um ambiente de homologação, as notas geradas neste momento serão somente teste, sem valor legal.

Se você não se recorda se já possui credenciamento, é possível verificar, basta localizar seu estado e fazer a consulta.

Escolha seu Certificado Digital

Após solicitar o credenciamento, você não poderá mais emitir notas fiscais em papel, somente a NFe. Para isso, será necessário ter um Certificado Digital, que é um arquivo com a assinatura digital da sua empresa. Assim, todas as transações fiscais são mais seguras e confiáveis.

Existem duas opções que podem ser utilizadas: o Certificado Digital A1 e o Certificado Digital A3.

Diferenças entre o Certificado A1 e o A3

Para utilizar o Certificado A1, você instala um arquivo no computador para emitir a NFe. Esse tipo de certificado possui algumas vantagens como:

  • Pode ser instalado em vários computadores e utilizado simultaneamente;
  • Pode ser importado para ERPs
  • Permite backup, caso seja necessário formatar o computador;
  • Não depende de instalação de leitores de certificado;
  • Exige um investimento inicial menor;
  • Não depende de dispositivos externos.

Em contrapartida, a validade do Certificado A1 é de somente 1 ano, tornando o investimento final maior. Caso o computador seja formatado sem backup, o certificado poderá ser perdido.

Já o Certificado A3 é disponível em duas versões, o token e o cartão. O token é um pendrive conectado diretamente à máquina, enquanto o cartão necessita de um leitor específico plugado ao computador. Este modelo também possui algumas vantagens, como:

  • Maior tempo de uso, com renovação a cada 3 anos;
  • Por ser uma versão externa, pode ser levado para qualquer lugar;
  • Exige um investimento final menor;
  • Não pode ser copiado e somente quem possui a senha pode utilizar.

Entretanto, é necessário instalar leitores, só pode ser utilizado em um computador por vez e, por ser um objeto, poderá facilmente ser perdido ou danificado. Como sua renovação é trienal, o investimento inicial é maior, mas na conta dos 3 anos, sai mais em conta que o A1.

A Venda.la indica o uso do Certificado A1 para emitir notas fiscais para marketplaces. Além da praticidade, o Certificado A1 permite que outros sistemas emitam a notas fiscal por você. No caso de um HUB como o da Venda.la, essa função permite que a NFe seja emitida diretamente pelo nosso painel. Essa facilidade aumenta muito a produtividade da equipe, além de possibilitar algumas automações para agilizar ainda mais a gestão.

Contudo, o uso do Certificado A3 não chega a prejudicar sua gestão, apenas indisponibiliza algumas funções. A decisão deve ser tomada pensando no que será melhor para sua empresa em todas as áreas.

Invista em Contabilidade

Aliar-se à profissionais qualificados é imprescindível para sua empresa em todas as áreas, principalmente em questões contábeis.

Se tratando de questões contábeis, os prejuízos por conta de algum deslize podem ser enormes. Além disso, os processos burocráticos podem tomar muito tempo de quem não tem prática ou conhecimento sobre o assunto. Invista na contabilidade de sua empresa para não perder tempo com essas questões e investir tempo na gestão de pedidos e produtos.

Técnicas para criar um anúncio Campeão de Vendas em Marketplaces

Utilize Natureza da Operação e CFOP corretos

Natureza da Operação e CFOP são campos extremamente importantes para a emissão de notas fiscais.

A Natureza da Operação descreve as operações que envolvem o produto, como compra, venda, retorno, devolução, etc. O CFOP, Código fiscal de Operações e Prestações, é um código que define a arrecadação de impostos e descreve se o produto irá transitar dentro ou fora do estado.

Esses códigos devem sempre estar corretos e geralmente são informados pela contabilidade, então, vale ressaltar a importância de um contador.

Utilize um ERP

Utilizar um bom ERP é essencial para a gestão eficiente de suas notas fiscais. Tanto o HUB quanto o ERP trabalham juntos pra agilizar a gestão de marketplaces. As principais diferenças entre os diversos ERPs disponíveis no mercado são as funções disponíveis e o modelo de negócio. Antes de contratar um ERP, é importante fazer uma projeção de vendas para ter em mente o volume de notas que você estará emitindo até o final da projeção. Esse volume te auxiliará a escolher o ERP que possui o modelo de negócio mais adequado para sua projeção de vendas.

Dentre as vantagens de escolher um bom ERP para realizar a emissão de notas fiscais para marketplaces estão:

  • Possibilidadade de automatizar processos manuais;
  • Maior segurança;
  • Redução de falhas humanas;
  • API completa para integração com HUBs.

Com a evolução dos canais de venda, não deixe para se preocupar depois com a emissão de notas fiscas em marketplaces. Além evitar problemas legais e fiscais para sua empresa, você transmitirá maior segurança para seus clientes.

Com a Venda.la você pode se integrar à ERPs como Bling e Tiny. Possibilitamos a automatização de diversos processos integrados com esses ERPs, como:

  • Envio dos dados do pedido e do produto para o ERP;
  • Possibilidade de emissão de NFe direto pelo painel da Venda.la;
  • Possibilidade de emissão de NFe automática;
  • Resgate automático dos dados fiscais;
  • Impressão da DANFE direto pelo painel da Venda.la;
  • Possibilidade de catalogação dos status da nota, permitindo a visualização especificada do andamento da NFe emitida.

Você também contará com uma equipe de Customer Success preparada para fazer com que você gerencie melhor e venda mais.

Entre em contato com um de nossos especialistas pelos telefones (16) 3961-1989 e (11) 2626-5215, ou pelo WhatsApp (16) 99798-7946 e veja em tudo que a Venda.la irá te auxiliar. Se preferir, preencha seus dados e entraremos em contato.

Preencha os dados


3 técnicas para aumentar suas vendas em marketplaces

+ Sem comentários

Comente