NFe x DANFE: Entenda a diferença e como emitir esses documentos


NFe x DANFE: Entenda a diferença e como emitir esses documentos

Um dos assuntos que causa maior confusão para quem vende pela internet são documentações e temas burocráticos. Afinal, o que é a NFe? É a mesma coisa que o DANFE? E os certificados digitais, para que servem?
De fato, são muitos documentos envolvidos no comércio eletrônico, o que pode gerar dúvidas aos vendedores. No entanto, uma vez que você entende para que serve cada documento, fica fácil assimilar a lógica que está por trás desse processo.

NFe X DANFE: qual é a diferença?

Uma das principais dúvidas dos vendedores é a diferença entre NFe e DANFE.

A Nota Fiscal Eletrônica (NFe) é um documento digital que formaliza a venda de produtos ou serviços. Ela surgiu para substituir uma grande quantidade de papéis que era usada para fazer a emissão manualmente.

Marketplaces como B2W, Magazine Luiza e Via Varejo, por exemplo, exigem que o vendedor emita uma nota fiscal para cada venda que realiza em seus canais.

Já o DANFE é o Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica. Basicamente, ele é uma versão simplificada da nota fiscal, que reúne as principais informações contidas na NFe. No entanto, é importante é entender que o DANFE não tem valor fiscal.

Apesar disso, é obrigatório imprimir o DANFE para todas as operações comerciais e anexá-lo ao produto. Isso porque os caminhões e veículos que transportam as mercadorias precisam comprovar que os itens que estão carregando são fruto de um comércio legal.

Por fim, vale ressaltar que o DANFE possui um código de barras que tem uma chave de acesso. Com essa chave, é possível acessar o Portal do SEFAZ e consultar a NFe completa.

O DANFE é uma “nota fiscal falsa”?

Não! Mesmo que o DANFE não tenha valor fiscal, ele é um documento oficial, que está ligado à verdadeira NFe. É ilegal usar uma nota fiscal falsa ou substituir o DANFE por um outro documento em situações exigem a nota fiscal.

Nos marketplaces que não obrigam a emissão de nota fiscal, você pode substituir o DANFE por uma declaração de conteúdo. Nesse caso, basta preencher uma ficha com especificações do produto. O pedido da Venda.la, por exemplo, serve como declaração de conteúdo.

Como emitir nota fiscal?

A essa altura você deve ter percebido que, para ter sucesso em diferentes marketplaces, você precisará emitir a NFe. O lado bom é que esse não é um processo tão complicado.

O primeiro passo é credenciar sua empresa para a emissão de notas fiscais. Isso é feito pelo SEFAZ do seu estado, e o processo varia de acordo com a região.

Em seguida, você receberá o acesso ao ambiente de homologação. No entanto, só será possível emitir notas fiscais nesse sistema depois que você tiver um Certificado Digital, que é basicamente um arquivo com a assinatura da sua empresa. Você deverá agendar um horário em uma Autoridade Certificadora para conseguir esse tipo de registro.
Você deverá optar entre dois tipos de Certificados Digitais:

Certificado Digital A1

Nesse caso, será necessário instalar um arquivo no computador para emitir a NFe. Na hora de emitir uma nota fiscal, basta enviar o Certificado Digital para o software emissor. Esse certificado tem validade de 1 ano.

Certificado Digital A3

O Certificado Digital A3, por outro lado, depende de um dispositivo externo, que pode ser um cartão ou um token. Esse modelo costuma ter maior validade de duração (podendo chegar a 5 anos) e tem maior “mobilidade”, já que você leva o dispositivo para onde quiser. No entanto, como se trata de um objeto externo, há chances de perde-lo ou danificá-lo.

A Venda.la indica o uso do Certificado A1 para emitir notas fiscais em marketplaces. Além da praticidade que ele oferece, esse modelo permite que outros sistemas solicitem a emissão da NFe por você, como é o caso de um Hub de integração como a própria Venda.la.

Utilize um ERP

Cumprido todos os processos burocráticos, agora você já pode emitir as notas fiscais das suas vendas. Isso pode ser feito de forma manual, mas é um processo que se torna praticamente inviável dependendo do seu volume de vendas.

Um ERP pode auxiliar nessa tarefa. Com um software do tipo, você automatiza a emissão de notas, agiliza a operação da sua empresa e evita falhas humanas. Além disso, o ERP pode ser integrado com seu HUB, permitindo um maior número de automações e centralizando toda a gestão do seu negócio em uma única plataforma.

Como a Venda.la auxilia nesse processo?

Organizar suas vendas em marketplaces e emitir notas fiscais de cada produto pode ser grande desafio . Com a Venda.la, esse processo se torna muito mais ágil e eficiente.

Nosso Hub Marketplace possui diversas automações para facilitar sua rotina. Se você tiver um ERP integrado a nossa plataforma, por exemplo, conseguimos solicitar a emissão da nota fiscal e a impressão do DANFE automaticamente.

Também temos uma automação para a impressão do pedido que tem um layout no formato de um DANFE e pode ser usado como declaração de conteúdo, por exemplo.

Dessa forma, fica muito mais fácil fazer a gestão de marketplaces e evitar erros na hora de despachar os produtos. Quer entender um pouco mais sobre os benefícios da nossa plataforma? Entre em contato com nossos especialistas pelo nosso Whatsapp. Se preferir, preencha seus dados e entraremos em contato.

Preencha os dados



Procurando Tecnologia? Conheça a Venda.la!

+ Sem comentários

Comente