Marketplace ou loja virtual: qual escolher?


Marketplace ou loja virtual: qual escolher?

Uma das primeiras dúvidas de quem deseja vender online é justamente qual canal escolher: marketplace ou loja virtual?

Desde já, podemos adiantar que não existe um modelo melhor ou pior. Os dois meios de venda têm características próprias, que devem ser analisadas diante do momento da sua empresa e dos seus objetivos a médio e longo prazo.

Portanto, a melhor forma de escolher o método ideal para vender online é conhecendo os pontos fortes e pontos fracos de cada um deles, para então analisar qual faz mais sentido para sua empresa.

Vantagens do marketplace sobre a loja virtual

Maior visibilidade

Os marketplaces estão entre os sites mais acessados do país. Milhões de pessoas estão cadastradas nesses canais e é lá que elas procuram produtos quando estão precisando.

Por serem canais amplamente consolidados, o SEO dos marketplaces é forte e os anúncios são bem ranqueados pelos mecanismos de busca. Ou seja, as chances são maiores de atrair a atenção dos clientes com um esforço relativamente menor.

Menor investimento

Como os marketplaces têm uma audiência consolidada, o investimento em marketing é menor. Em muitos casos, é o próprio marketplace que vai investir em campanhas e captação de mais clientes, gerando benefícios para o seller que vende na plataforma.

Além disso, não é preciso pagar nada para se cadastrar e começar a vender na maioria dos grandes marketplaces. Tampouco terão custos com manutenção do site e outros detalhes técnicos.

Soluções prontas

De forma geral, os marketplaces facilitam a rotina dos vendedores que se cadastram nas plataformas. Quase todos têm soluções logísticas próprias, por exemplo, o que gera fretes mais baratos ao cliente final e ainda poupa trabalho dos lojistas com o envio.

Além disso, os canais também costumam oferecer facilidade no cadastro dos produtos, soluções de pagamento para que o lojista não se responsabilize também por esse processo, ferramentas para medir o desempenho do seller no canal, entre outras soluções.

Vantagens da loja virtual sobre o marketplace

Canal próprio

Uma das principais vantagens de ter uma loja virtual é a possibilidade de ter um espaço exclusivamente seu. Dessa forma, você poderá personalizar o site da forma que deseja, incluir funcionalidades que façam sentido e criar um canal que seja “a cara” da sua empresa.

Nos marketplaces, existe pouquíssimo espaço para a personalização. O cliente dificilmente notará pontos específicos da sua loja, principalmente por seus anúncios estarem ao lado de outros concorrentes.

Ausência de comissões

É verdade que é muito mais difícil realizar uma venda com uma loja virtual própria do que no marketplace, afinal, você provavelmente precisará investir em marketing e conquistar a confiança do cliente.

No entanto, uma vez que a venda seja concluída, a tendência é alcançar uma maior margem de lucro. Isso porque não será preciso pagar uma comissão a um intermediador, uma vez que o site é exclusivamente seu. Se você conseguir criar uma máquina de vendas recorrente, a tendência é conquistar grandes resultados.

Relacionamento e fortalecimento da marca

Como já foi citado, nos marketplaces há pouco espaço para personalizar com a marca da sua empresa. Já nas lojas virtuais, o ambiente é todo seu, o que permite fortalecer a marca, criar histórias e dar mais liberdade para a criatividade.

Tudo isso também gera um maior relacionamento com o cliente, que passa a se identificar com a marca. O lojista pode aprofundar esse relacionamento por e-mail ou redes sociais, o que é mais difícil se ele vende em marketplaces, que costumam limitar o contato entre cliente e seller.

Afinal, devo escolher marketplace ou loja virtual?

Conforme adiantamos no início desse texto, essa não é uma pergunta com uma resposta única para todos os casos. Isso vai depender bastante do momento da sua empresa e das prioridades da sua loja.

Por exemplo, imagine um vendedor que não tenha nenhuma presença online e tenha pouca verba para investir nesse estágio inicial. O marketplace pode ser uma ótima porta de entrada, já que ele ganhará visibilidade sem precisar de grandes investimentos.

Por outro lado, agora pense em uma loja física que já tem uma enorme base de clientes (inclusive com o contato deles), que já tem verba para investimentos em marketing e deseja começar a vender online. Uma loja virtual pode atender melhor essa demanda.

Lembre-se também que não é preciso obrigatoriamente escolher um ou outro meio. É plenamente possível ter uma loja virtual e vender também em marketplaces. Dessa forma, você aumenta ainda mais a visibilidade da sua loja e aproveita as vantagens dos dois métodos.

Por fim, uma dica especial é: vender em marketplaces raramente será algo que vai te trazer problemas. Como os custos de entrada são baixos (e estão mais relacionados a produtos, burocracias e operações e menos ao marketplace em si), os riscos também são menores. Sendo assim, sempre vale a pena estar nos marketplaces, mesmo que você já tenha uma loja virtual consolidada, por exemplo.

Integre seus marketplaces e loja virtual com a Venda.la

Se você optar por vender em mais de um canal (sejam diferentes marketplaces ou um misto de marketplaces com loja virtual), é importante que essas plataformas estejam integradas.

Com o Hub Marketplace Venda.la, por exemplo, você centraliza toda a sua operação em um único painel. Dessa forma, é possível fazer o correto controle de estoque entre os diferentes canais, integrar anúncios e pedidos e otimizar a gestão do seu negócio.

Ou seja, um hub de integração permite que sua loja ganhe muito mais visibilidade – já que você poderá vender em diferentes canais – sem que isso te dê muito mais trabalho. Quer entender como funciona a nossa plataforma? Entre em contato com nossos especialistas pelo nosso Whatsapp. Se preferir, preencha seus dados e entraremos em contato.

Preencha os dados



Converse com um especilista em marketplace da Venda.la



Procurando Tecnologia? Conheça a Venda.la!

+ Sem comentários

Comente